Terça-feira, 11 de Maio de 2004

Um texto de Edgar Morin sobre a "não-ideia" (a propósito da intervenção de Esser Silva na Tertúlia d

"Assim, o real apresenta-se sempre como aberração e irracionalidade perante qualquer sistema de ideias cuja lógica ameace (a qual é concebida como racionalidade). Se o real abre brecha, se a ideologia começa a meter água, a arfar, então é o real que está doente. Se a ideologia soçobra, então é o real que soçobra... Mas então o que se mantém à superfície depois do desastre descobre um real novinho em folha. Claro que esse real existia, mas ele não tinha palavras para o citar, não tinha ideias para o conceber, não tinha lógica para o ordenar... Tem de se converter a um novo mundo. Exacto: a conversão". in Edgar Morin, As grandes questões do nosso tempo, Lisboa, Ed. Notícias, 1992, p. 50. Esser Jorge de Jesus Silva

Quinta-feira, 6 de Maio de 2004

Em que consiste o trabalho prático? - Resposta a uma pergunta de uma aluna do curso

PERGUNTA:
"Professor
Sou _______ , aluna do primeiro ano de Sociologia. Apesar de
ter as fotocópias que o professor colocou na repografia, estou com dúvidas
relativamente ao trabalho prático proposto pelo professor. Sendo assim,
gostaria que me informasse quanto a isso: - trata-se de fazer um resumo só sobre o prefácio ou do livro do autor respectivo? Se for apenas sobre o prefácio penso que não abrangerá muita coisa sobre o autor, por outro lado se for sobre o livro, ultrapassara as 4/5 páginas propostas pelo professor.
Agradeço a sua atenção e compreensão".

RESPOSTA:

1 - Em que consiste o trabalho?

O trabalho consiste em ler e fazer uma recensão de um texto original de um autor (Hume, Popper, Kuhn, Weber, Simmel, etc.) estudado nas aulas teóricas. Esta recensão não deverá ultrapassar as 4/5 páginas A4 (30 linhas, normalmente a 1,5 Espaços Times 12). Para fazer esse resumo deve seguir o esquema que vem no anexo a esta resposta.

2 - Onde obter o texto para trabalho prático?

É muito simples: escolhe um dos textos distribuídos com os cadernos de apoio da disciplina (ver todos os cadernos desde Outubro de 2003). Em cada dossier, irá encontrar, quase sempre, um texto original (do autor que se estudou nessa aula teórica) com cerca de 30/50 páginas acompanhado da indicação: "texto para o trabalho prático". No caso de querer fazer sobre um outro texto, deverá consultar o docente.
Prazos: Pode entregar pessoalmente o trabalho na 1ª ou 2ª chamada do exame ou via e-mail (no mesmo prazo) para jpneves2004@yahoo.com.br sem ficheiros de imagens.

Espero ter dado uma ajuda.

Bom Trabalho!


José Pinheiro Neves


------------------------------------------
ANEXO - Sugestão

FICHA DE LEITURA-TIPO (a utilizar na recensão com cerca de 4/5 pág. A4)

1. IDENTIFICAÇÃO DO TEXTO

Exemplo de identificação:
Émile Durkheim, O Suicídio: Estudo de Sociologia, 2ª Ed., Lisboa, Ed. Presença, 1977, 470 p.


2. MATÉRIA/CONTEÙDO DO TEXTO

Género ou tipo de livro/texto:_____________________________________

Tema (resumo da ideia-mestra do texto):_______________________________

Público (ao qual se dirige o texto, que acha que poderá ficar interessado por este texto: estudantes? Professores? Sociólogos? Operários?):______________________________

Tese central (o que o autor do texto quer demonstrar: desenvolva o resumo da ideia central):_____________________

3. ANÁLISE EFECTUADA PELO ALUNO

Impressões a quente (impressões pessoais do aluno logo após a leitura do livro ou texto): ________________________________________________________

Contrução e conteúdo (pontos fortes na estrutura do livro, ou seja, quais os momentos centrais que definem o texo - escolha as citações mais importantes colocando-as entre aspas e indicando de uma forma abreviada o autor, ano de publicação e a página onde se situa a citação do texto original. Ex: (Durkheim, 1977: 26): ___________________________________________________________

Apreciação (ponto de vista pessoal do aluno mas explicando o porquê. Por exemplo: quais foram os aspectos em que se sentiu convencido e aqueles em que ficou com dúvidas?):____________________________

Seguimento a dar (acções a empreender ou leituras complementares a efectuar pelo aluno para entender melhor a tese do autor): _______________________________________________________

[in Pierre Lemaitre e François Maquére, Saber Aprender, Lisboa, Publicações Europa-América, 1989, p. 85]

Comentário ao texto de Bergson "A nossa consciência normal do tempo"

From: "Elsa Esteves" To: jpneves2004@yahoo.com.br Subject: Comentário ao texto de Bergson Date: 13 de abr de 2004 3:12 PM Penso que é uma atitude bastante premeditada de Bergson. Contudo tem uma visão atraente do ponto de vista distintivo no sentido em que distingue dois mundos, um psicológico (isto é a minha concepção), e outro real, que, como diria Pessoa, é "o tempo que faz correr os rios e florescer os montes..."! No entanto, aprecio a sua apreciação como uma lógica funcional e estrutural para subjugar duas realidades distintas: as que ocorrem num universo homogéneo e as que decorrem de uma absorção temporal que a consciência individual organiza diferindo de ser para ser. Ocorre dizer que se um texto é redigido em cinco minutos de tempo "real" poderá o não ser se as concepções mentais de tempo no espaço, para quem o concebe, estiverem rodeadas de dificuldades de execução ou de outro género de adversidades deixando-o assim num estado de "sonolência mental sem noção temporal", o que poderá alongar ou encurtar o espaço de tempo percorrido desde o início até à conclusão. Dessa forma, subscrevo Bergson quando este se refere às duas formas de multiplicidade: a primeira na duração homogénea, autêntica, "real", e na segunda refiro a circunstancial, qualitativa, tridimensional... PS: gostaria que me enviasse informações acerca do trabalho prático deste semestre Obrigado pela atenção

*Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

*Entradas recentes

* Como é que as pessoas sub...

* Uma definição viável de M...

* Dicas para o teste

* Como escrever o trabalho ...

* password para a BB

* Resultados da avaliação d...

* Regras do exame de recurs...

* Atendimento extraordinári...

* Resultados da avaliação d...

* Data de afixação dos resu...

* Questão sobre o exame do ...

* Livros usados baratos na ...

* Exames: controlar a ansie...

* Data limite de entrega do...

* Prazos de inscrição nas c...

* A tristeza é anticientífi...

* Texto para o EXAME. Para ...

* O que é o método quantita...

* Como será o exame? Alguma...

* Aula Teórica de 30 de Mai...

*Arquivos

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Janeiro 2005

* Dezembro 2004

* Novembro 2004

* Outubro 2004

* Agosto 2004

* Julho 2004

* Junho 2004

* Maio 2004

* Abril 2004

* Março 2004

* Fevereiro 2004

* Janeiro 2004

* Dezembro 2003

*Arquivos

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Janeiro 2005

* Dezembro 2004

* Novembro 2004

* Outubro 2004

* Agosto 2004

* Julho 2004

* Junho 2004

* Maio 2004

* Abril 2004

* Março 2004

* Fevereiro 2004

* Janeiro 2004

* Dezembro 2003

*Ligações na web

*subscrever feeds

*Amazon usa

*Amazon uk

*Amazon fr

*Grupo da Teoria sociológica do Actor-rede

Clique aqui para aderir ao grupo yahoo da Teoria do Actor-Rede 'actor-network-theory'

Grupo yahoo 'Teoria do Actor-Rede' (Actor-Network Theory)

*Combata o SPAM!

Ajude a Combater o Spam! Clique aqui!

*Rizomando...

Rizomando...Clique aqui!